Vitaminas para ganhar mais massa muscular

Lembre-se que um bom suplemento de vitaminas é igualmente importante!

Saiba mais sobre as vitaminas!

3 Vitaminas essenciais para ganhar massa muscular

Para muitas pessoas, ganhar massa muscular e ficar em forma parece ser um mistério. Experimentam isto e aquilo e esperam descobrir o que funciona e o que não funciona. Embora os organismos sejam diferentes e este método possa resultar até um certo ponto, também estará a ajudar o seu organismo se tiver a certeza de que está a fornecer-lhe as melhores vitaminas com vista ao ganho de massa muscular. De facto, existem factores importantes que deverá ter em conta.

Maçã

Em primeiro lugar, é necessário que verifique se está a tomar a dose certa de vitaminas e suplementos de modo a ganhar força e a construir músculos tal como deseja. Há três vitaminas bastante essenciais que o(a) ajudarão a ganhar músculo.

No entanto, não se esqueça de verificar, por um lado, se está a seguir, em termos gerais, uma alimentação saudável e se, por outro lado, permanece activo(a). As vitaminas são muito importantes mas quando combinadas com outras práticas saudáveis alcançará melhores resultados!

1. Vitamina A

A vitamina A é uma das vitaminas mais importantes. Para os homens, é particularmente importante visto que aumenta a secreção de testosterona no organismo. Encontrará Vitamina A no fígado, no óleo, no bacalhau, nos ovos, bem como na carne de vaca.

Caso não consiga obter esta vitamina a partir de uma dieta normal, poderá recorrer a cápsulas de vitamina A, as quais o(a) ajudarão a aumentar as hipóteses de construir músculo, bem como equilibrarão, em termos gerais, a sua saúde.

2. Vitamina B12

A vitamina B12 também é muito importante para ganhar mais músculos e não somente o(a) ajudará, de facto, no processo de ganho de massa muscular, como também lhe fornecerá energia. Encontra-se nas carnes vermelhas, no frango, nos ovos e no peixe. Também poderá recorrer a injecções de vitamina B12 caso o seu médico considere que estas sejam necessárias para um reforço adicional.

A vitamina B12 também fornece sinais ideais para os músculos a partir do cérebro, o que também se reflecte no crescimento. Por isso, é muito importante que a sua dieta alimentar possua vitamina B12 sempre que estiver a tentar ganhar músculo.

3. Vitamina C

A vitamina C encontra-se na maioria dos citrinos ou em pastilhas mastigáveis. Na maioria dos casos, quando era criança, os seus pais administraram-lhe certamente vitamina C sob a forma de pastilhas mastigáveis, cujo sabor é, na realidade, aceitável, e, agora que é adulto(a) pretende seguir a mesma prática. A vitamina C fornece testosterona no organismo, que, por sua vez, contribui para o aumento da massa muscular. A vitamina C contribui, também para a recuperação muscular.

A alimentação é muito importante quando procurar construir músculo. Se comer apenas “comida de plástico” e não tomar quaisquer vitaminas, então, é pouco provável que consiga construir músculos e que consiga atingir os resultados que pretende. Isso também o(a) tornará debilitado(a) e poderá ficar doente caso não ingira as vitaminas e suplementos essenciais para permanecer saudável.

A melhor parte de ter uma boa aparência prende-se com o facto de também se sentir bem, pelo que deve tratar correctamente o seu corpo .

5 Vitaminas para obter mais energia e massa muscular

Os estudos revelam que 77% dos homens não ingerem magnésio suficiente, que a maioria apresenta uma carência de vitamina D e que a vitamina B12 na dieta alimentar pode ser prejudicada por medicamentos comuns para o tratamento da azia. E nem sequer mencionámos os problemas relacionados com o potássio e o iodo.

Agora, chegou a hora de mudar as coisas. Siga os nossos conselhos e acredite, caso se cruze com um canibal, este jamais o chamará de “comida de plástico”.

1.Vitamina D

O maior papel desta vitamina prende-se com o fortalecimento dos ossos, mas a vitamina D não é uma brincadeira: um estudo sobre a Circulação demonstrou que os indivíduos com uma carência de vitamina D tinham 80% de probabilidade de virem a sofrer de um ataque cardíaco ou de uma apoplexia. Por quê? Porque a vitamina D reduz a inflamação das artérias.

Carência de vitamina D: A vitamina D é produzida pelo organismo quados os raios ultravioletas B do sol penetram na pele. O problema é que a vitamina D armazenada durantes os meses mais ensolarados é, na maioria dos casos, esgotada durante o Inverno, sobretudo se viver no Norte dos Estados Unidos, onde os raios UVB são menos intenses de Novembro a Fevereiro.

Um bom exemplo disso: Quando os investigadores da Universidade de Boston (EUA) mediram os níveis de vitamina D em jovens adultos no final do Inverno, verificaram que 36% apresentavam uma carência de vitamina D.

Atingir os níveis apropriados: Em primeiro lugar, peça ao seu médico para analisar os seus níveis sanguíneos em termos de 25-hidroxivitamina D. Segundo Michael Holick, MD, Ph.D, professor de medicina na Universidade de Boston (EUA), “É necessário que estejam acima dos 30 nanogramas por mililitro de sangue”.

Como superar uma deficiência em vitamina D? Tome diariamente 1.400 IU de vitamina D através de um suplemento e de multivitaminas, ou seja, “cerca de sete vezes a dose diária recomendada para os homens, mas esta quantidade é necessária par aumentos os níveis sanguíneos”, refere o Dr. Holick.

2.Magnésio

Este mineral leve actua a vários níveis. Está envolvido em mais de 300 processos a nível corporal.

Além disso, um estudo publicado no Journal of the American College of Nutrition revelou que níveis baixos de magnésio podem aumentar os níveis sanguíneos de proteína C reactiva, um preditor do risco de doenças coronárias.

Carência de magnésio: As pesquisas realizadas a nível nutricional demonstram que apenas 80% dos homens consomem a dose diária recomendada de magnésio, ou seja, 400 miligramas por dia. Segundo Dana King, M.D., professor de medicina na Universidade de Medicina da Carolina do Suç (EUA), “Estamos apenas a sobreviver, pois sem magnésio suficiente, cada célula do organismo tem de se esforçar para gerar energia”.

Atingir os níveis apropriados: Enriqueça a sua dieta alimentar com mais alimentos ricos em magnésio, tais como peixe e feijão branco. A seguir bata o record: Poucos são os homens que conseguem chegar a 400 mg de magnésio apenas através de uma dieta alimentar, razão pela qual o Dr. King recomenda a ingestão de um suplemento de 250 mg. Uma ressalva: Examine a lista dos ingredientes, pois, aquilo que procura é um produto a base de citrato de magnésio, a forma de magnésio que melhor é absorvida pelo organismo.

3.Vitamina B12

Considere a vitamina B12 o guardião da sua massa cinzenta. Num estudo britânico, as pessoas com idade avançada e com níveis baixos de B12 perdem volume cerebral a um ritmo mais rápido, num período de cinco anos, do que aquelas que têm níveis mais altos.

Carência de vitamina B12: Embora a maioria dos homens consuma uma dose diária de 2,4 microgramas, as estatísticas não revelam toda a história. Segundo Katherine Tucler, Ph.D., director do programa USDA na Universidade Tufts (EUA), “Verificamos um aumento das carências em vitamina B12 devido a interacções medicamentosas”. Os culpados: os fármacos anti-ulcerosos, ou seja, que bloqueiam a secreção ácida do estômago, como, por exemplo, e o Metformina, um medicamento para o tratamento da diabetes.

Atingir os níveis apropriados: Encontrará vitamina B12 na carne de carneiro e no salmão, mas as fontes mais acessíveis serão os cereais enriquecidos em vitamina B12, isso porque a vitamina B12 na carne está associada a proteínas e o estômago deve produzir ácido para libertá-la e absorvê-la. Coma uma taça de cereais enriquecidos a 100% com vitamina B12 com leite, todas as manhãs, e estará seguro(a) mesmo que deva tomar, ocasionalmente, qualquer medicação anti-ulcerosa. No entanto, se tomar com regularidade Prisolec ou Metformina, fale com o seu médico para realizar análises de modo a verificar os níveis de vitamina B12 e equacionar, possivelmente, a ingestão de um suplemento adicional.

4.Potássio

Sem este mineral essencial, o seu coração não poderia bater, os seus músculos não se contrairiam e o seu cérebro não seria capaz de compreender esta frase. Por quê? Porque o potássio ajuda as células a usarem a glicose para obterem energia.

Deficiência em potássio: Apesar da importância vital do potássio, as pesquisas nutricionais revelam que os homens, jovens, consomem apenas 60 a 70% da dose diária recomendada de 4,700 mg. Para piorar esta situação, a maioria consome demasiado sódio: “níveis elevados de sódio podem aumentar a pressão arterial, ao passo que os níveis normais de potássio podem diminuí-la”, refere Lydia A. L. Bazzano, M.D., Ph.D., professor assistente de Epidemiologia na Universidade de Tulane (EUA).

Atingir os níveis apropriados: Metade de um abacate contém quase 500 mg de potássio, ao passo que uma banana possui cerca de 400 mg. Não é fã de frutas? Opte por batatas – uma batata grande possui 1,600 mg de potássio.

5.Iodo

A glândula tiróide requer iodo para produzir as hormonas T3 e T4, as quais ajudam a controlar a forma como queima calorias, o que significa que níveis insuficientes de iodo podem provocar um aumento de peso e uma sensação de cansaço.

Carência de iodo: Uma vez que o sal iodado é uma fonte importante de iodo, poderá pensar que ingere iodo suficiente, mas quando investigadores da Universidade de Texas, em Arlington (EUA), fizeram testes em 88 amostras de sal de mesa, verificaram que metade continha menos iodo do que a dose recomendada pela FDA (Food and Drug Administration).

E o que dizer dos alimentos processados que contêm sal – os fabricantes norte-americanos não são obrigados a usar sal iodado. Estamos, por conseguinte, temos vindo a caminhar rumo a uma carência de iodina desde a década de 1970.

Atingir os níveis apropriados: Deitar mais sal por cima de alimentos que contenham sódio não é certamente uma boa ideia, mas o iodo também se encontra numa fonte sem sódio: o leite. As comidas para animais são enriquecidas com este elemento, o que significa que o iodo viaja das vacas para a sua taça de cereais.

Não gosta de leite? Coma pelo menos uma dose de ovos ou um iogurte por dia, pois, são boas fontes de iodo.

1 Comment
  1. COMO E ONDE COMPRO TODAS ESTAS VITAMINAS REUNIDAS EM UM UNICO FRASCO DE VITAMINICOS ESCRITAS ASIMA?

Leave a Reply